Folhas da Pimenta da jamaica

Essa simpática arvorezinha que está na foto é a Pimenta da jamaica (Pimenta dioica) que plantei aqui no meu jardim. Ela ainda é bem pequena – foi plantada no último outono – e escolhi por conta do cheiro das folhas que achei irresistível. Ela também é conhecida pelo atrativo nome de “A planta de todas as especiarias”, o que achei muito adequado e posso dizer que todas as pessoas que mostrei a árvore ficaram encantados com o aroma.

pimenta da jamaica (pimenta dioica)
A arvorezinha de pimenta da jamaica ainda filhote aqui no meu quintal

A Pimenta da jamaica é cultivada pra produção e comercialização das suas bagas, que depois de secas são raladas e usada como uma especiaria. Elas tem um sabor adocicado, quente e um pouco picante, que lembra uma mistura de cravo, canela e noz moscada. São vendidos em casas de especiarias e, embora o uso no Brasil não seja muito corriqueiro, não é tão difícil de encontrar pra vender. Quase sempre são importadas – o maior produtor, você pode adivinhar, é a Jamaica, onde a árvore é nativa.

Ela não é tão cultivada porque é pouco utilizada, mas também porque é uma árvore um pouco melindrosa se você quer que ela renda frutos. Nesse caso, é indispensável que você tenha no seu quintal mais de uma, pois ela é uma árvore que depende de polinização cruzada – o dioica que está no nome científico da planta deixa claro isso (plantas dioicas são plantas que tem indivíduos com diferentes sexos). Além disso, as bagas precisam ser colhidas verdes e serem secas ao sol pra serem usadas – o que significa que você precisa de espaço se quiser produzir a especiaria.

Essas coisas poderiam me desanimar de tentar cultivar uma árvore de pimenta da jamaica no meu jardim comestível não fosse o meu conhecimento de que as folhas também são comestíveis. Embora o uso das folhas seja bem menos convencional por aqui – é bem difícil encontrar folhas de Pimenta da jamaica à venda – o aroma delas é o mesmo das bagas e a utilização é semelhante a que fazemos com o louro. Inclusive, no Caribe as folhas frescas e secas são comumente utilizadas não só com finalidades culinárias, mas também medicinais – o chá da folha da pimenta da jamaica é tido como digestivo, aliviando dores e desconfortos estomacais. A folha é uma especiaria que já vale a pena em si – se vierem as bagas vai ser lucro.

Pra cultivar, tenha em mente que ela se comporta mais ou menos como o loureiro também: com podas e espaço restrito ela pode ser um arbusto pequeno, cultivável até mesmo em vasos de grande porte que podem viver em apartamento (desde que você o coloque em algum lugar com luz do sol direta). Com espaço, plantada na terra, ela pode virar uma árvore, com muitos galhos abertos e cheirosos. Podas vigorosas podem mantê-la pequena e a sua dispensa abastecida com as folhas depois de secas. Ela é bastante adaptável nesse sentido e vale muito considerar ter uma planta dessas em casa.

Para usar na cozinha: As folhas da pimenta da Jamaica podem ser cozidas junto com lentilhas e outras leguminosas, também cai bem em mingaus (ela combina muito com pratos doces e quentes), podem ser usadas pra aromatizar conservas de vegetais ou pra aromatizar azeites.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s