How to do nothing e a poesia da atenção

É comum ouvir alguém contar que chorou lendo um livro, mas geralmente eles são de ficção. No entanto, quando terminei de ler How to do Nothing não conseguia me segurar de chorar. E embora ele não seja de ficção, fiquei muito tocada pela forma um pouco poética com que Jenny Odell me fez pensar sobre …

No tempo das catástrofes: leitura para o fim do mundo

Uma mão apoiada em um muro de pedra, com vários escombros no chão

O livro foi escrito pra quem vive entre a certeza de que é preciso fazer alguma coisa e a paralisia frente ao tamanho da tarefa, e os que já estão de algum modo fazendo

Outros olhares sobre a natureza

A voz de várias mulheres sobre cuidado, cura, presença animal e vegetal nas nossas vidas, e convivência com a natureza que vive na gente