O trevinho e a infância

Quem nunca provou um trevinho enquanto era criança? Comer trevinhos é um jeito de recuperar nossa infância

Quando PANC se transforma em fetiche (mas não deveria)

Não caia na ilusão de achar que PANC é só sobre provar novos sabores ou uma gourmetização da vida cotidiana

O nome que a gente dá pras coisas

Nomear algo é uma ferramenta poderosa para ordenar e estruturar como percebemos o mundo

O coração do chuchu e dos nossos hábitos

Você come essa parte branco-amarelada aí do meiozinho do chuchu, o coração?